images (21).jpg

 

Tratamento complementar da Insônia

 

Cerca de 30% da população sofre do distúrbio do sono. As mulheres são a maioria desse grupo. A insônia conforme a duração pode ser classificada como aguda ou crônica, ambas afetam o rendimento profissional e a qualidade de vida.
Para qualquer ser humano, conseguir dormir, necessário neutralizar os níveis de ansiedade e liberar totalmente a mente de qualquer pensamento, que normalmente é feito automaticamente pela memória, quando não se consegue neutralizar a ansiedade durante a noite de sono, temos o fenômeno denominado – insônia.
A insônia aguda tem a duração média de uma semana, é passageira, motivada por problemas isolados como o estresse, sentimento de perdas e fracassos, morte de alguém próximo, preocupações, entre outras. Enquanto que a insônia crônica tem duração de meses, onde as principais causas são: depressão, problemas físicos, psiquiátricos, psicossomáticos, dependentes de calmantes e antidepressivos.
As consequências de sucessivas noites mal dormidas são: fadiga, transtornos de humor, baixa de atenção, concentração e memória, irritabilidade, sonolência excessiva diurna, acidentes de trabalho ou trânsito, cefaleias, tensão, sintomas gastrintestinais, entre outros. De qualquer forma a causa está no nível mental (consciente e/ou inconsciente).
O sono fisiológico é necessário e importante para a saúde física e mental, além de descansar todo organismo, durante o sono são processadas todas as informações captadas pelos órgãos dos sentidos durante o dia, tudo é arquivado na memória.
Quando dormimos a mente continua ativa, é o momento da mente  processar e organização tudo aquilo que foi vivenciado durante o dia, num processo acumulativo, durante o processamento desses registros mentais desencadeiam os sonhos e pesadelos, dependendo da associação feita pela mente, com registros já existentes. Importante salientar que aproximadamente 20% de tudo que nossos  sentidos perceptivos captam (visão, audição, paladar, tato e olfato), em estado de vigília, são arquivados no nível consciente e 80% entram na mente de forma subliminar, ou seja, são imperceptíveis do nível consciente, ficam arquivados nos níveis inconscientes da memória.
O tratamento convencional da insônia é feito com técnicas de higiene do sono, psicoterapia e, em alguns casos, prescrição de remédios homeopáticos ou alopáticos (com prescrição médica), importante saber que os medicamentos apenas tratam ou burlam os sintomas, não chegam às causas que estão no nível mental, aonde nenhum remédio chega, quando o efeito medicamentoso passa, a causa ainda continua na mente. A psicoterapia mais indicada para tratar insônia, talvez a única, que consiga ir direto à causa, na raiz do problema e bloqueá-la, sem necessidade de investigação e qualquer esforço, sem qualquer tipo remédios, estamos falando da Hipnose Clínica Condicionativa, trata-se de um conjunto de técnicas desenvolvida no Brasil, nas décadas de 80-90, pelo psicoterapeuta Luiz Carlos Crozera, aplicadas durante o estado de hipnose. no tratamento pela hipnoterapia são criados mecanismos mentais, que disparam automaticamente, no momento que a pessoa se deitar na cama para dormir, como por exemplo: baixa-se automaticamente os níveis de ansiedade, em consequência a frequência cardíaca e cerebral diminuem, assim como os níveis respiratórias baixam e toda musculatura relaxa, os pensamentos rapidamente somem, ajusta-se também mecanismo do relógio biológico para sentir sono e acordar em horários programados. A insônia é ocasionada devido intensa atividade mental – cerebral, os pensamentos ficam ativos, o racional não desliga, tornando-se difícil pegar ingressar no sono fisiológico, essa atividade mental – cerebral ocorre devido inúmeros registros mentais, normalmente traumáticos e abalos emocionais, assim como preocupações de toda ordem, afetam diretamente o centro emocional, necessário se faz ir até esses registros, uma vez detectados esses registros a carga emocional é eliminada, para que a mente não faça mais associação, assim conseguimos tratar diretamente as causas principais da processo de insônia, transformando o sono bem tranquilo e reparador, neste tipo de tratamento são empregadas aproximadamente 3 sessões de Hipnose Condicionativa.
O tratamento com hipnose Condicionativa não é invasivo, é 100% seguro e livre do uso de medicamentos.
 
* Antes de optar por uma terapia complementar ou alternativa, consulte seu médico de confiança.

 

AGENDE UMA AVALIAÇÃO GRTUITA

Consulte sempre seu médico

Apenas quem pode diagnosticar uma doença é o médico. O hipnólogo Clínico não está habilitado para fazer quaisquer tipos de diagnósticos, podendo atuar apenas de formas natural, terapêutica, complementar ou alternativa, seguindo o que próprio paciente relata sobre seus problemas. 

* Antes de optar por uma terapia natural, complementar ou alternativa, consulte seu médico de confiança.

"Quando você muda tudo ao seu redor  muda."


Ribeiro  - Hipnólogo